Parque Nacional Pan de Azúcar

O Parque Nacional Pan de Azúcar é uma jóia praticamente desconhecida por brasileiros. Está fora dos roteiros tradicionais de turistas que seguem de Santiago à cidade de San Pedro de Atacama de avião.

Parque Nacional Pan de Azucar, Atacama, Chile

Parque Nacional Pan de Azucar, Atacama, Chile

O Parque está localizado na cidade de Chañaral, a 100 km de Caldera, local também pouco explorado por brasileiros. É interessante considerar uma visita se você está planejando chegar ao Atacama de ônibus ou carro, pois a viagem Santiago-San Pedro dura cerca de 22 horas. A rota de Caldera até Chañaral – 30 km do parque– vai beirando a costa e leva cerca de 1 hora. É possível fazer essa viagem desde Santiago com a empresa Turbus. Algumas agências em Bahía Inlgesa, como a Geoturismo Chile, oferecem esse passeio.

O Parque Nacional Pan de Azúcar possui cerca de 40 mil hectares. Além de possuir importantes atrações arqueológicas, é possível avistar de perto animais como pelicanos, raposas (zorro), guanacos, lobos marinhos e a colônia de pinguins de Humboldt (espécie ameaçada de extinção que também está presente no Peru).

Pelicanos no Parque Pan de Azucar, Chile

Pelicano no Parque Pan de Azucar, Chile

Também é interessante conhecer a flora local que vive nessa região desértica graças a uma bruma densa que sobe do mar, chamada camanchaca. Desde o entardecer, esta bruma umedece cactos e arbustos baixos que proliferam entre rochas.

No Parque existe um museu arqueológico, centro de visitantes e serviços básicos como área de camping e comida nas proximidades. O Centro de visitantes estava fechado quando visitamos.

As praias do Parque possuem areia fina e águas gélidas de cor azul turquesa. Em Caleta Pan de Azúcar não é aconselhado mergulhar, devido à forte corrente de Humbolt (já é difícil molhar o pé nessa água gelada rsrs). Na mesma praia, é possível pegar um barco que é organizado pela comunidade local e leva até a Isla Pan de Azúcar. Não é permitido desembarcar na ilha, mas é possível avistar dezenas de lobos marinhos e pinguins.

Passeio de Barco no Parque Pan de Azucar, Chile

Passeio de Barco no Parque Pan de Azucar, Chile

Lobo Marinho na Isla Pan de Azucar, Chile

Lobo Marinho na Isla Pan de Azucar, Chile

Lobo Marinho na Isla Pan de Azucar, Chile

Lobo Marinho na Isla Pan de Azucar, Chile

Pinguim na Isla Pan de Azucar, Chile

Passeio de Barco no Parque Pan de Azucar, Atacama, Chile

Seguindo a praia é possível fazer uma caminhada ao Mirador, onde é possível observar melhor a paisagem e estar perto dos animais. Em Praia Blanca e Praia Los Piqueros é possível pescar e fazer mergulho.

Como chegar ao Parque Nacional Pan de Azúcar

De Santiago até Chañaral são 14 horas de viagem por via terrestre. É possível fazer essa viagem com a empresa de ônibus Turbus. A rota de Caldera até Chañaral – 30 km do parque– vai beirando a costa e leva cerca de 1 hora. Algumas agências em Bahía Inglesa, como a Geoturismo Chile, oferecem esse passeio de ida e volta.

Para ir de Chañaral até o Parque, a empresa Transportes FIORANA realiza o translado, a um custo de 10.000 pesos chilenos por pessoa ida e volta. Há a possibilidade de ir de táxi coletivo, mas não é fácil encontrar outras pessoas para dividir o custo. A única outra opção é pedir carona na estrada de acesso ao parque para quem não está de carro.

Ficha do Passeio

Entrada: Ch$4.000 (±R$20)

Passeio de barco: Ch$6.000 (±R$30)

Ônibus Chañaral-Pan de Azúcar:  Ch$10.000 (±R$50)

Charlico e Larissa

Juntos há 12 anos, desenvolvemos a paixão por viagem e aventura. Sempre que podemos unimos um ao outro. buscamos realizar o máximo de atividades possíveis em cada viagem. Ele é publicitário e baterista. Ela é veterinária, fotógrafa e entusiasta de yoga.

Você pode gostar...