Salar de Uyuni – Roteiro e Dicas de Viagem – Bolívia

O Salar de Uyuni é um das principais atrações turísticas da Bolívia. É um deserto de sal formado pela evaporação de lagoas de água salgada ao longo de milhares de anos. Formou-se, então, uma extensa planície coberta por alguns metros de crosta de sal.

O Salar está localizado a 20 quilômetros da cidade de Uyuni, nos departamentos de Potosí e Oruro, sudoeste boliviano, a uma altitude de 3.600 metros acima do nível do mar. Possui uma área de 12 mil km², sendo a maior planície de sal do planeta. Pode-se rodar por mais de 100 quilômetros em linha reta, em uma pista plana e toda branca. A tensão provocada pelas mudanças de temperatura dessa crosta produz formas hexagonais no solo, como se fossem ladrilhos enormes.

Formas exagonais no Salar de Uyuni

Ilha de Cactus no Salar de Uyuni, Bolívia

Isla de Cactus

Tour de Jeep pelo Salar de Uyuni

O tour do Salar de Uyuni é um passeio de jeep 4×4 pela região do Altiplano Boliviano que dura 3 ou 4 dias. A diferença na duração é que no tour de 3 dias você é deixado na cidade destino e no tour de 4 dias você retorna de onde partiu.

Altiplano – quase na fronteira com o Chile, a 4 mil metros de altitude, a região do altiplano é uma das mais desoladas, belas e pouco conhecidas do mundo. São extensas áreas de desertos, montanhas coloridas, formações rochosas e lagoas de diversas cores.

Jeep pelo Altiplano Boliviano no Tour de Uyuni

Região do Altiplano Boliviano

Laguna Blanca na Bolívia, Tour ao Salar de Uyuni

Laguna Blanca

Laguna Verde e Vulcão Licancabur no Tour de Uyuni

Laguna Verde e Vulcão Licancabur

O passeio é vendido em agências de turismo de San Pedro do Atacama, no Chile, e Uyuni, na Bolívia. Independente da cidade origem, o trajeto é semelhante e apenas ocorre na ordem inversa. Tours de 1 dia também são oferecidos em Uyuni, para visitar a região do Salar (Bs. 120-180).

As agências vendem um pacote fechado com o transporte, guia (motorista), hospedagem e alimentação que custa entre Ch$ 85.000 e 100.000. Os valores variam bastante conforme a agência e época do ano. Há possibilidade de pagamento em dólar em algumas empresas. Fora isso, é necessário levar dinheiro boliviano para pagar alguns itens e atrações (em média Bs. 200-250).

Qual agência escolher

As agências mais conhecidas são: World White Travel, Colque Tours e Cordillera Traveler. Várias outras agências em San Pedro do Atacama oferecem esse passeio. O que acontece é que em agências mais conceituadas você realmente contrata os serviços daquela empresa e vai no carro delas, porém em muitas outras agências você não sabe a empresa que te levará. As agências se juntam e repassam o cliente para as empresas que realmente fazem o transporte. Por isso, oferecem saídas todos os dias.

Nós compramos o tour com a Senda Mística, em San Pedro do Atacama pelo valor de Ch$85.000 por pessoa. Em Uyuni, a agência se chama Uturunku Travel, mas é a mesma empresa. O serviço foi muito bom, os funcionários são atenciosos e a comida foi excelente.

Melhor época: Seco ou Alagado

O inverno, de maio a novembro, é o período de seca na região. O salar fica com toda a sua extensa área bem branca. Nesses meses secos e em dias ensolarados, o contraste do branco do sal com o azul do céu é fantástico.

Salar de Uyuni seco, Bolívia

No verão, de dezembro a abril, pode chover bastante, normalmente à noite. As águas das chuvas se acumulam formando um espelho com 5 a 50cm de altura sobre o chão de sal.

Quando o Salar de Uyuni fica alagado, tudo o que está no céu é refletido, formando um espelho impressionante. É um cenário único no mundo. Das montanhas e nuvens aos veículos 4×4, tudo parece flutuar. Tire os sapatos e caminhe por essa paisagem inesquecível! Uma experiência ainda mais impressionante é ver o nascer do sol no local. Para isso, deve-se sair bem cedo do alojamento, portanto tente negociar com o grupo e guia para ver o nascer ou o pôr do sol.

Jeeps na Salar de Uyuni com água

Jeeps parecem voar no espelho do Salar de Uyuni

Jeep no Salar de Uyuni alagado durante o nascer do sol, Bolívia

Silhuetas refletidas no espelho do Salar de Uyuni, Bolívia

Nascer do Sol no Salar de Uyuni alagado

Yoga no Salar de Uyuni alagado durante o nascer do sol, Bolívia

Nascer do sol no Salar de Uyuni alagado, Bolívia

Caso chova muito, o que é mais comum entre dezembro e janeiro, o passeio pode até não acontecer ou o roteiro pode ser alterado. Normalmente não é possível visitar a Isla del Pescado que fica afastada do centro do salar e demanda muito tempo de deslocamento nessas condições.

A melhor época para visitar é quando há apenas um pouco de água, o que é mais frequente em março e abril. A água se acumula em determinadas porções do salar, assim você pode vê-lo seco e alagado. Não desperdice a chance de parar assim que estiver com água, pois você pode não encontrá-lo assim adiante (experiência própria).

Salar de Uyuni com um pouco de água

Salar com pouca água

Recomendações

Roupa de frio: mesmo no verão, as temperaturas podem ser negativas. Não é necessário levar uma porção de casacos e calças, mas faça o esquema de camadas. Primeiro uma segunda pele, depois o fleece e por cima um corta-vento.

Para levar: 5 litros de água, snacks, óculos escuros, papel higiênico e dinheiro boliviano de sobra.

Mal da altitude: o passeio chega a uma altitude de 5 mil metros. É necessário uma boa aclimatação e tomar uma série de cuidados para não passar mal. Infelizmente, muitas pessoas não se sentem bem mesmo precavendo-se. Essa resposta do corpo é muito variável.

Charlico e Larissa

Juntos há 12 anos, desenvolvemos a paixão por viagem e aventura. Sempre que podemos unimos um ao outro. buscamos realizar o máximo de atividades possíveis em cada viagem. Ele é publicitário e baterista. Ela é veterinária, fotógrafa e entusiasta de yoga.

Você pode gostar...