Terceiro dia do Tour ao Salar de Uyuni – Bolívia

O terceiro dia do tour ao Salar de Uyuni é o mais aguardado, quando finalmente chegamos ao Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo. Apesar do passeio de três dias ter como objetivo conhecer o Salar, esse é o dia mais curto, terminando normalmente no início da tarde em Uyuni. Consideramos muito rápida a visita ao Salar, que é uma atração tão interessante e única.

Foto criativa formando uma estrela no Salar de Uyuni

Foto panorâmica no Salar de Uyuni

O horário de saída da hospedagem deve ser combinado com o guia no dia anterior. Alguns grupos levantam de madrugada para ver o nascer do sol no Salar de Uyuni e outros que preferem dormir mais um pouco.

No trajeto até o Salar, saindo do vilarejo de San Juan, passamos por várias plantações de quinoa (ou quínua). Os campos ficam coloridos de amarelo, vermelho ou roxo, dependendo da época. Também passamos por alguns vilarejos e atrações menores pelo caminho. Em determinado ponto da estrada, podemos avistar parte do Salar de Uyuni. No mesmo local, há uma série de cactos gigantes, iguais aos da famosa Isla del Pescado.

Plantação de quinoa na Bolívia, no tour ao Salar de Uyuni

Plantação de quinoa na Bolívia, no tour ao Salar de Uyuni

Cactos gigantes no tour ao Salar de Uyuni

Cactos gigantes no tour ao Salar de Uyuni

Caverna del Infierno (Gruta de las Galaxias)

Seguindo um pouco mais, em Puerto Chuvica, conhecemos a Caverna del Infierno, também conhecida como Gruta de las Galaxias (de las Dos Estrellas). Nunca tínhamos escutado nada desse lugar e, embora o Salar de Uyuni em si seja bem mais interessante, vale a pena uma visita. A Caverna del Infierno está incrustada em um paredão de rocha, próximo da entrada do Salar. Do lado de fora, parece uma caverna normal, mas do lado de dentro ela apresenta uma particularidade.

A Caverna possui uma série de formações de corais fossilizados. Mas como corais foram parar ali? Por causa dessas formações, acredita-se que o Salar de Uyuni tenha tido origem há cerca de 80 milhões de anos, quando o local era tomado pelo Oceano Pacífico. A Caverna del Infierno é, portanto, um local bastante interessante, com conteúdo histórico e geológico importante. Ela é pequena e não é preciso muito tempo para conhecê-la.

Gruta de las Galaxias na Bolívia, tour ao Salar de Uyuni

Gruta de las Galaxias na Bolívia, tour ao Salar de Uyuni

Gruta de las Galaxias na Bolívia, tour ao Salar de Uyuni

Gruta de las Galaxias na Bolívia, tour ao Salar de Uyuni

Gruta de las Galaxias na Bolívia, tour ao Salar de Uyuni

O povoado de Puerto Chuvica fica bem próximo da entrada do Salar de Uyuni. Em poucos minutos, estamos rodeados por um mar de sal, contrastando com a estrada de terra. No nosso caso parecia mar mesmo, pois estava alagado logo na entrada. Nas bordas do Salar, o sal se mistura com a terra e a planície não fica toda branca como na sua região mais central.

Entrada Salar de Uyuni alagado

Entrada Salar de Uyuni alagado

Mar de Sal, jeep no Salar de Uyuni alagado

Jeeps no Salar de Uyuni com água

Perdemos a oportunidade de parar nessa parte alagada, pois o guia pensou que também estivesse assim mais à frente. No final não estava e não podíamos voltar, pois o Salar de Uyuni é gigantesco. Apesar do arrependimento de todo o grupo, fizemos um passeio extra no dia seguinte que superou nossas expectativas! Vimos o nascer do sol no Salar alagado, com direito a muitas fotos criativas que o nosso guia sugeriu :). O Salar de Uyuni também é perfeito para fazer aquelas fotos criativas e fotos em perspectiva (post em breve). Contaremos sobre as atrações separadamente.

Foto criativa formando a palavra Chile no Salar de Uyuni

Chile com nossos amigos chilenos!

Foto criativa saltando no Salar de Uyuni

Salto coletivo a 3.800 metros de altitude!

Yoga no Salar de Uyuni

Yoga no Salar de Uyuni

Yoga no Salar de Uyuni

Silhuetas refletidas no espelho do Salar de Uyuni, Bolívia

Uma das fotos do amanhecer

Isla Incahuasi

Também conhecida como Isla del Pescado, é uma ilha pitoresca no meio do deserto de sal, onde nascem cactos gigantes e vivem pequenos animais. Aqui podemos curtir caminhadas para visualizar a planície de cima. Apesar do terreno não ser muito alto, temos uma boa visão da imensidão branca do Salar de Uyuni. Na época das chuvas, quando o terreno está alagado, muitos tours não vão até a ilha, chegando somente até o museu de sal. A entrada na Isla del Pescado custa BOB 30.

Isla del Pescado no Salar de Uyuni, Bolívia

Isla Incahuasi ou Isla del Pescado no Salar de Uyuni

Isla Incahuasi ou Isla del Pescado no Salar de Uyuni

Isla Incahuasi ou Ilha de Cactos no Salar de Uyuni

Isla Incahuasi ou Isla del Pescado no Salar de Uyuni

Hotel de Sal (Museu de Sal)

Já foi um hotel e hoje funciona como atração turística, mantendo as instalações originais. Não é cobrada taxa de entrada. Há bebidas e comida à venda no local e banheiros disponíveis. Devia custar uma pequena fortuna para ficar hospedado no meio do Salar de Uyuni! Achamos nosso hotel de sal em San Juan bem mais simpático e confortável.

Hotel de Sal no meio do Salar de Uyuni

Hotel de Sal no meio do Salar de Uyuni

Hotel de Sal no meio do Salar de Uyuni

Monumento das bandeiras

Um monumento com uma porção de bandeiras de todo o mundo, ao lado do hotel de sal.

Monumento das bandeiras no Salar de Uyuni, Bolívia

Monumento das bandeiras no Salar de Uyuni, Bolívia

Monumento Rally Dakar

Monumento todo de sal representando a passagem do rali pela Bolívia. O Rally Dakar passa com alguma frequência pelo Salar de Uyuni. Fique atento, pois pode coincidir com a sua viagem.

Monumento Rally Dakar Uyuni, Bolívia

Montones de Sal

Os montones de sal são pilhas de sal feitas para a extração de sal. Uma parte é deixada como atração turística, para que os visitantes possam subir e tirar fotos (e destruí-los).

Montones de Sal no Salar de Uyuni, Bolívia

Colchani

Colchani é um vilarejo localizado na borda (orilla) do salar. Há uma feira no local com muitos produtos artesanais feitos com sal e também lojas com esculturas de sal.

Esculturas de sal em Colchani, Salar de Uyuni

Esculturas de sal em Colchani, Salar de Uyuni

Cemitério de Trens

O Cemitério de Trens (Cementerio de Trenes) é uma ferrovia desativada com vagões abandonados a caminho de Uyuni. O local se tornou uma atração à parte, parada obrigatória de todos os passeios. Os trens estão pixados, alguns meio tombados e há algumas peças jogadas no local, deixando um aspecto de cidade fantasma. Podemos explorar os trens livremente, subindo nos vagões. Existe até um balanço de ferro em uma das locomotivas.

Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Balanço no Cemitério de trens no Salar de Uyuni

Nós fizemos o tour de 3 dias, ficando em Uyuni nesse dia. Quem retorna a San Pedro de Atacama no tour de 4 dias tem mais um longo dia de viagem pela frente.

Charlico e Larissa

Juntos há 12 anos, desenvolvemos a paixão por viagem e aventura. Sempre que podemos unimos um ao outro. buscamos realizar o máximo de atividades possíveis em cada viagem. Ele é publicitário e baterista. Ela é veterinária, fotógrafa e entusiasta de yoga.

Você pode gostar...