Dia a dia da Travessia Lapinha – Tabuleiro

Fizemos um post geral sobre a Travessia Lapinha – Tabuleiro e agora deixamos um relato com os destaques da caminhada.

Lagoa da Lapinha, início da travessia Lapinha - Tabuleiro

Lagoa da Lapinha, início da travessia Lapinha – Tabuleiro

1º dia da Travessia Lapinha – Tabuleiro: Lapinha – Dona Maria

  • Distância: 22km
  • Tempo com paradas: 10 horas

A travessia Lapinha – Tabuleiro tem início na Lapinha da Serra, seguindo pela lagoa da Lapinha. Nós seguimos pela rota via Pico do Breu e inicialmente tomamos a direção rumo ao Pico da Lapinha. Atualmente existe uma portaria de entrada do Parque Estadual Serra do Intendente onde você deve preencher um formulário e pagar uma taxa de R$20 por pessoa. A trilha até o Pico é bem sinalizada inicialmente e segue pelo alto da Cachoeira do Rapel com opção de um pequeno desvio até a Cachoeira do Paraíso.

Paisagem da Travessia Lapinha - Tabuleiro em Minas Gerais

Trilha para o Pico da Lapinha

Seguindo em frente, existe um abrigo em construção próximo à bifurcação do Pico da Lapinha. É um dos pontos de apoio e costuma ficar cheio em feriados. Nós não encontramos ninguém no local quando fomos.

Desse ponto, a subida ao Pico da Lapinha é rápida, cerca de 20min sem peso. A vista da vila e da lagoa é muito bonita. Voltando e seguindo até o Pico do Breu, o caminho fica pouco demarcado, mas ainda existe alguma sinalização. A subida ao pico é perigosa, pois passamos por um caminho muito estreito e exposto à altura. De longe, é difícil imaginar por onde passar, mas com um GPS avançamos sem dificuldade.

O Pico do Breu é o ponto mais alto da travessia, com 1686 metros de altitude. Descemos por uma face bem íngreme e seguimos em direção ao rio Parauninha, cruzando para o outro lado. Muitas pessoas pernoitam na prainha do rio ou na casa da Dona Ana que atualmente é administrada por um parente (Lucas). O trajeto até a casa da Dona Ana fica em cerca de 12km no trajeto pelos picos. Nós seguimos direto em direção à casa da Dona Maria, totalizando 22km de caminhada no primeiro dia.

Vista do topo do Pico da Lapinha

Vista do topo do Pico da Lapinha

Após a prainha, existe uma subida conhecida como Cascalheira, mas o trajeto não é difícil. Atravessamos várias porteiras e uma delas é uma portaria do Parque Natural Municipal de Tabuleiro (PNMT). Fique atento a cobras e carrapatos nessa região. Vimos uma cascavel no meio da trilha e alguns carrapatos subiram nas nossas pernas.

Dona Maria e Seu José permitem o camping nas imediações da sua casa. Cobram R$10 por pessoa e oferecem jantar e café da manhã, cobrado à parte, em dias de mais movimento. A casa possui energia elétrica e é possível tomar um banho quente por R$5. O local fica muito cheio em feriados.

2º dia de Travessia Lapinha – Tabuleiro: Dona Maria – Vila do Tabuleiro

  • Distância: 17km
  • Tempo com paradas: 8 horas

Reservamos a manhã do dia seguinte para conhecer a parte alta da Cachoeira do Tabuleiro. A trilha sai da casa da D. Maria e é possível ir sem peso, deixando as mochilas. Outra opção é seguir com todo o material e pegar uma bifurcação na volta da cachoeira que já segue para a sede do parque, encurtando a caminhada.

A trilha é fácil e quase toda plana com uma descida antes da chegada ao rio. O caminho é um pouco confuso em alguns trechos, com algumas bifurcações. Chegando ao rio da cachoeira, não há mais trilha. Devemos seguir pela sua margem, cruzando o rio em alguns momentos.

A parte alta é conhecida como Garganta da Cachoeira do Tabuleiro. A garganta é precedida por um poço propício para banho, apesar do precipício de quase 300 metros estar logo ao lado. A vista do topo é impressionante e temos que nos debruçar na pedra para ver a queda d’água por cima. (Perdi minha aliança alí, se alguém achar um dia, me avisa kkkkkk 😉 )

Cachoeira na parte alta da Cachoeira do Tabuleiro, Minas Gerais

Vista do topo da Cachoeira do Tabuleiro em Minas Gerais

O local é muito perigoso em dias chuvosos, devido ao risco de tromba d’água. Dependendo da época, os guarda-parques costumam fechar a área por volta de 17h para evitar o acesso à noite.

Voltando para a Casa da D. Maria, a trilha para a vila do tabuleiro é inicialmente a mesma da cachoeira. O trajeto segue descendo direto para a sede do Parque e trilha que leva à parte baixa da Cachoeira do Tabuleiro. Lá é preciso pagar uma taxa de R$10 mesmo se não for à cachoeira. Nós pegamos um caminho que não passa na sede, indo direto para a Vila do Tabuleiro.

3º dia de Travessia Lapinha – Tabuleiro

O Terceiro dia é normalmente dedicado à parte baixa da Cachoeira do Tabuleiro. Nós já conhecíamos e não tivemos tempo de voltar dessa vez.  Mas vai ter post sobre esse trecho também! 🙂

Tracklog

Powered by Wikiloc

Charlico e Larissa

Juntos há 12 anos, desenvolvemos a paixão por viagem e aventura. Sempre que podemos unimos um ao outro. buscamos realizar o máximo de atividades possíveis em cada viagem. Ele é publicitário e baterista. Ela é veterinária, fotógrafa e entusiasta de yoga.

Você pode gostar...