Geysers el Tatio, passeio imperdível no Atacama

É um dos passeios mais procurados da região. Os Geysers El Tatio (ou Gêiseres El Tatio) formam o terceiro maior campo de gêiseres do mundo e o mais alto, a 4.200 metros de altitude. Por causa da altitude elevada, recomenda-se realizar esse passeio ao final da viagem em San Pedro de Atacama para fazer uma aclimatação adequada e evitar o Mal da Altitude.

Geysers El Tatio, Atacama

Os Geysers el Tatio estão a 90km da cidade de San Pedro e a visita guiada sai por volta das 4 horas da manhã. Sair de madrugada parece absurdo, mas devemos chegar ao local ao amanhecer, horário que os gêiseres apresentam maior atividade. Nesse horário, a temperatura fica próxima de 0º e pode chegar a -20º no inverno!

Após os ônibus buscarem todos os visitantes em suas hospedagens, inicia-se um longo trajeto por montanhas dos Andes. A maioria dos visitantes chega ao local junto com os primeiros raios de sol.

Amanhecer nos Geysers El Tatio, Atacama

A visita guiada começa quase no escuro e o tour é bem explicativo. Os gêiseres são demarcados com pedras, determinando uma distância segura. Muitos turistas chegam bem mais perto para fotos, mas é por sua conta e risco. A água é expelida com temperatura de até 86°C, formando cortinas de fumaça que podem atingir 12 metros de altura.

Geysers El Tatio, Atacama

Geysers el Tatio, Atacama

Os jatos de água não são muito altos, mas nem por isso são impressionantes. Curiosamente alguns gêiseres possuem um horário pré-determinado para iniciar sua atividade. O guia passava por alguns e avisava para começar a filmar, pois em segundos aquele buraco na terra daria origem a um jato de água em ebulição. A água começa a formar alguns riachos pelo caminho, aproveite para esquentar suas mãos! As agências oferecem café da manhã no local, ao lado dos gêiseres. É ideal que o tempo esteja seco, pois quando fomos havia chovido à noite e a fumaça se acumula, formando uma névoa que prejudica um pouco o espetáculo.

Geysers el Tatio, Atacama

Amanhecer nos Geysers El Tatio, Atacama

Após o café, seguimos para uma piscina termal (Termas del Tatio), ainda dentro dos Geysers El Tatio. Se tiver interesse em entrar, vá com roupa de banho por baixo, ou pelo menos leve na mochila. A parada dura cerca de 30 minutos e há vestiários no local.

A água é bem quente, se você chegar bem perto de onde a água está surgindo, você pode até se queimar. Porém do lado de fora está congelando! Não é fácil tirar as roupas de frio e muito menos sair molhado e se trocar, mas é uma oportunidade incrível de conhecer uma piscina termal bem natural cercada por picos nevados (durante o Tour de Uyuni existem as Termas de Polques). Apesar do perrengue, não nos arrependemos de entrar. Há outros gêiseres nesse local cercado por montanhas belíssimas. Quem não se anima a entrar na água, pode apreciar um pouco mais o cenário.

Termas Del Tatio, Deserto do Atacama

Termas Del Tatio, Deserto do Atacama

Local onde a água emerge na piscina termal

Termas Del Tatio, Deserto do Atacama

Termas Del Tatio, Deserto do Atacama

Geysers el Tatio, Atacama

Povoado Machuca

No caminho de volta a San Pedro, as agências sempre fazem uma parada no povoado Machuca (pueblo Machuca). São pouquíssimas casas e cerca de 20 habitantes! Um senhor oferece o famoso churrasco de lhama (não vejo sentido nas pessoas adorarem lhamas, tirarem muitas fotos com elas e também comê-las, mas essa é a opinião de uma vegetariana. Vale a reflexão :-|). Como toda vila tem uma igreja, há uma bastante interessante no alto do morro.

Casas no povoado Machuca, Atacama

Casas no povoado Machuca, Atacama

Igreja no povoado Machuca, Atacama

Logo antes da parada no povoado, há um local na estrada onde podemos ver as Viscachas em seu habitat. A Viscacha é um pequeno roedor andino, semelhante a uma lebre. Nosso motorista parava e passava bem devagar e conseguimos ver algumas pelo caminho.

Viscacha no Deserto do Atacama

Viscacha no Deserto do Atacama

Todo o caminho de retorno dos Geyser El Tatio até San Pedro é muito bonito. Boa parte da rota é margeada pelo Rio Putana, que em dias muito frios fica congelado. Muitas agências fazem algumas paradas para apreciar a paisagem que inclui flamingos, patos e outras aves. Vicunhas e lhamas também aparecem com frequência.

Rio Putana, Geysers el Tatio, Atacama

Rio Putana, Geysers el Tatio, Atacama

Patos Andinos no Rio Putana, Atacama

Patos no Rio Putana

Família de lhamas no deserto do atacama

Família de lhamas

Família de lhamas no deserto do atacama

Lhamas no deserto do atacama

 

Flamingos no deserto do atacama

Flamingos

Ficha do Passeio

Distância: 98 km

Duração total: 6-7 horas

Altitude: 4.200 metros

Entrada: Ch$5.000 (±R$25)

Valor por agência: Ch$13.000 (±R$65) + entrada

Charlico e Larissa

Juntos há 12 anos, desenvolvemos a paixão por viagem e aventura. Sempre que podemos unimos um ao outro. buscamos realizar o máximo de atividades possíveis em cada viagem. Ele é publicitário e baterista. Ela é veterinária, fotógrafa e entusiasta de yoga.

Você pode gostar...