Está planejando alugar um carro no exterior ou fazer uma viagem longa? Em determinadas viagens, alugar um carro é uma boa opção para a sua locomoção. Mas como isso funciona em viagens fora do Brasil? Qual documento devo portar? Fique atento às regras vigentes com relação à Permissão Internacional para Dirigir:

Para alugar um veículo no exterior, você poderá tirar a PID. Esse documento é válido pelo prazo máximo de 3 anos ou até a data de expiração da Carteira Nacional de Habilitação, o que ocorrer primeiro. O documento pode ser apresentado em mais de 130 países. Porém, ele não substitui a habilitação brasileira, ou seja, você deverá portar a PID e sua CNH definitiva dentro do prazo de validade. Um detalhe importante é que a permissão só é obrigatória se você permanecer por mais de 180 dias em um país estrangeiro.

Permissão Internacional para Dirigir (PID)

Mesmo nos casos onde a permissão não é exigida, O DENATRAN recomendar a emissão do documento, pois ele é traduzido em diversas línguas e ajuda os fiscais a entenderem as informações da sua CNH. Caso não esteja portando a PID e um policial ou fiscal fique com alguma dúvida, ele pode direcioná-lo para que seja realizada uma tradução juramentada da sua CNH, além de verificar a autenticidade do documento junto ao Denatran – Departamento Nacional de Trânsito.

Em caso de viagens longas pelo mundo, é interessante tirar a permissão, pois nunca sabemos as oportunidades que irão surgir. Em alguns lugares, pode até ser mais barato alugar um carro do que fazer um passeio com agência. Pode ser que você consiga um trabalho que exija a habilitação para dirigir. É o caso de algumas oportunidades que encontramos em plataformas online de trabalho voluntário em troca de hospedagem.

No entanto, muitos viajantes relatam que a permissão internacional raramente é solicitada e a Carteira Nacional de Habilitação é aceita, desde que você não ultrapasse 180 dias no país.

Quanto custa a Permissão Internacional para Dirigir

O valor não é padronizado pelo DENATRAN, assim cada DETRAN cobra um preço diferente. Veja a taxa por estado:

  • Acre: R$117,48
  • Alagoas: R$200,97
  • Amapá (em 2015): R$150,00
  • Amazonas: R$ 167,22
  • Bahia: R$612,00
  • Ceará: R$ 177,49
  • Distrito Federal: R$ 250,00
  • Espírito Santo: R$270,85
  • Goiás: R$189,87
  • Maranhão: R$182
  • Mato Grosso do Sul: R$267,93
  • Mato Grosso: R$313,88
  • Minas Gerais: R$159,32
  • Paraná: R$93,76
  • Pernambuco: R$213,98
  • Piauí: R$166,40
  • Rio de Janeiro: R$135,32
  • Rio Grande do Norte: R$67,00
  • Rio Grande do Sul: R$57,60
  • Roraima: R$ 168,62
  • Santa Catarina: R$79,25
  • São Paulo: R$275,77
  • Sergipe: R$313,70
  • Tocantins: R$106,97

*Fonte: Detran – valores de 2017

Países onde a PID é aceita

África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro – Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

Gostou das dicas? Tem alguma dúvida? Deixe aqui a sua mensagem =)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreve sua mensagem.
Por favor, registre seu nome